segunda-feira, 6 de julho de 2009

para ler ouvindo: Los Hermanos - Eu Vou Tirar Você Desse Lugar

Sou tão feliz quanto uma puta.
Sinto orgulho da minha vida como uma puta.
Porque todos temos sonhos, todos queremos sucesso e ser alguém reconhecido por sermos simplesmente nós.

Vivo como uma puta.
Sempre esperando o próximo cliente. Deixarei ele tirar tudo o que resta de mim, fazer o que quiser de mim, pois afinal, é para isso que sirvo: nada mais do que algumas poucas horas.

Minha felicidade não dura mais do que poucas horas.
A gente vive sabendo como quer viver, cresce sabendo e quando chega o momento de conquistarmos tal sonho, tudo acaba. Mas já somos crescidos, já sofremos antes e continuamos sofrendo sem parar nenhum segundo se quer e quando tudo desmoronou, nada mais importa.

Você tem trinta anos e mora com os pais.
Você não tem pais, esses aí são como dinheiro vivo e garantem uma moradia e roupas. Você quer aprender a viver sozinho, ter uma casa e uma vida, mas como?

COMO?!
Como arrumar coragem se tudo que quer pode ser pedido? Como ter coragem se o mundo está lotado de perigos? O que resta é esperar. Ir levando, ir bebendo, ir fumando, ir tentando entender, afinal

PORQUE NÃO PODEMOS VIVER SÓ DE
AMOR?


movimento hippie mode on.
vida woodstock mode off.


18 comentários:

fabriciobezerradaguia disse...

viva o amor ,mas não seja triste O.K!!

Marton Olympio disse...

Pois é.
Quanta tristeza... Nuossa.

Siddhartha disse...

parabéns pela persistêncai em escrever desde 2007. Muita gente desiste.

Forte mas excelente o texto! Parabéns!

Saiba mais sobre equipamentos para camping.

Abraços

Allerson disse...

lol, "alguém que não sabe o que escreve, e escreve o que não compreende"

Como posso fazer um comentário lógico apos essa afirmação ?

www.allersonblogger.blogspot.com

Nataly Callai. disse...

Ah, mas eu viveria tão bem só de amor! Não ia reclamar de nada.
Que com essa vida de puta a gente pegue um pouco dos outros também, porra!

gostei do texto, me identifiquei com as idéias.

;)

tdagora disse...

Muito bom o texto! Um tanto quanto triste, mas excelente!

beeijo!

Luciana

BRUNO disse...

Renata que texto forte! Adorei não só pelo impacto mas também pela forma direta com que se expressa. Muito bom! Também gostei da sugestão musical.

Abraços!

Vini e Carol disse...

Nossa, que tristeza.
Forte nas palavras, hein? rs

Beijos

Jeh_Cyrus disse...

Muito bom mesmo. Perfeito.

Airton disse...

oiii
legal o texto o começo ali se le e chca neh heheh ''como uma puta''

bom blog

bjo

Diego Janjão disse...

te respondo o pq...

é q as vezes o amor acaba...

e renasce em outro lugar...

e isso é tão bom qto ruim!

Allerson disse...

Olha eu de novo ^^, td bom? e comigo? to bem sim? seu blog ta crescendo em... a ta o meu tbm, por falar nisso olha ele www.allersonblogger.blogspot.com

Vini e Carol disse...

aah viver só de amor seria muito bom *-*

mas infelizmente amor não é só a única coisa que existe, então temos que viver e conviver com coisas ruins também.

Beijos, Carol

Corba disse...

Porque churrasco também é legal...

Renan V. J. de Oliveira disse...

cara, curti MUITO este texto.

parabéns. ;)

Luana Leide disse...

É, amiga, amor não põe comida na mesa. Sei mto bem como é isso, acredite.

Kisses!

leidelua.blogspot.com

Mimi disse...

menina! o texto, a foto, a música! tudo se enquadou perfeito!

parabéns!

Wander Matricardi disse...

"quando o amor existe o que não existe é tempo pra sofrer"
pra viver de amor basta colocar amor em tudo, acho que é isso que eu tento. Amo o que faço e faço o que amo ;)