domingo, 19 de julho de 2009


"Era só fome o que eu sentia, fome. Uma fome horrível, que poderia chamar de carência, necessidade, impotência, frustação, vazio, a qual me obcecava, roendo-me, e que logo iria me engolir.
Era ela que arruinava meus dias, que corrompia minhas noites, mantendo-me acordada por longas horas e malditas horas, longas horas de tortura, nas quais eu poderia encontrar algum alento, mas que descoloriam o amanhecer e o céu, que contaminavam as músicas mais alegres, transformando as melodias para dançar em marchas fúnebres, filmes cômicos em tragédias gregas, natureza em deserto e meus sonhos em pó.
Era como uma febre, uma bad trip, uma crise de abstinência, essa fome impossível de ser saciada que me possuía.
Eu detestava minha vida."

"- Quero trabalhar no cinema?
- No cinema... Porque? Pra ficar rica, famosa, pra que amem você?
- Não.
- Por quê?
- Pra mudar de vida. A cada papel. Mudar de pele. Mudar de passado. Mudar de nome. Mudar de história. Mudar de rosto. Eu detestei minha vida, quero experimentar outras."

Lolita Pille, em Bubblegum.

10 comentários:

Mimi disse...

Sabe que antigamente eu queria trabalhar no cinema/tv justamente para isso:? mudar de nome, de pele, profissão, sem deixar de ser eu mesma..isso seria bem legal.

parabens pelo blog.

bj

Lúucio neeto disse...

Muito bom. O blog ta ótimo. curti.

Angel disse...

Realmente, as vezes dá vontade de fazer isso mesmo...mudar tudo e como na real é um pouco difícil, no cinema quem sabe tudo é mais fácil pra isso...mas não adianta mudarem os personagens que interpretamos, pq por dentro continuamos os mesmos...;)


http://infonews2012.blogspot.com

Inez disse...

Retribuindo sua vista.
A vontade de mudar, trocar de nome de papéis não é tão rara, vejo isso muitas vezes.
Já coloquei um texto sobre como estudar o nome do texto é - Estude mais em menos tempo, foi colocado no dia 13/06/2009.

Spertnez disse...

Não gostaria de trabalhar no cinema. Imagino que quem quer é justamente para ganhar grana e fama, e se passar por outras pessoas. Vejam os grandes criadores de personagens que temos na TV brasileira por exemplo. São grande artistas criadores de personagens diversos.
Até

Roberta Prado disse...

Eu também gostaria de trabalhar no cinema para mudar de vida, experimentar outras.

Parabéns pelo blog, está muito interessante!

Miringuacu disse...

A experiência de se transportar e ser outro papel, outra pessoa é sublime. A maioria dos atores não consegue, alguns conseguem 1 ou 2 vezes na carreira e por isso devem gritar de felicidade. Mas se precisa ser ator?

Miringuacu disse...

é claro que meu comentário só choveu no molhado... mas eu queria comentar alguma coisa
=)

Wander Matricardi disse...

não precisa viver outra vida, faça da sua vida um filme, uma peça, um espetáculo ;)

renata menezes disse...

só pelo 10.