domingo, 31 de maio de 2009


Você sempre soube que nunca te amei, todo mundo soube. E por não te amar, queria que você me odiasse fazendo tudo aquilo que não queria e como somos tão diferentes isso ficou fácil. Desde que te vi, quis arruinar sua vida. Você representa para mim todas aquelas pessoas que odeio, não suporto e me fizeram sofrer, então chegou a sua vez. Ainda não sabendo seu nome inteiro, conheci sua família - pais, tios e avós. Fiz de tudo para ir só pelos 'nãos' que você me dizia e sentia um prazer enorme em te contrariar fosse por atos, palavras, roupas e música.
Depois, fiz você se apaixonar por mim e dão deu certo e foi tão rápido que até me assustei. Um susto bom. Em um mês de finais de semanas inesquecíveis para você, já estávamos namorando. Quando pediu, eu ri. Fazia parte do plano, tudo que houve, fazia parte do plano.

Algum tempo de pois e você já estava em minhas mãos mesmo eu nunca dizendo que o amava. Lhe dei meu beijo mais quente para que quando você chegasse ao ápice de querer mais do que beijos e carícias, eu voltaria pra casa. Te dei tudo o que queria, de corpo e material só para no fim ver sua queda.

E consegui e sorri e gargalhei - entenda rapaz, eu fui feita pra ser sozinha e machucar os outros, nada mais.

Hoje você (ou esta pessoa na qual eu te transformei) tem outra. Outra esta que realmente te ama e te quer mesmo não sabendo quem você é. E você? Você só pensa naquele corpo e naquele dinheiro que ela tem. Eu te transformei em um mostro. Logo vocês terminarão por você só querer sexo, drogas e nada mais - é, nem música boa. No fim, você vai ter uma crise de personalidade incrível e se lembrará de mim, e finalmente, vai me odiar e nesse dia eu ficarei em paz.

(uma história veridica, fanstasiada para ter graça)

16 comentários:

carol disse...

,
seu blog é como um soco no estomâgo,isso é um elogio...demais mesmo!parabéns bjus

sacipirata disse...

Texto estranho, mas blog legal :)
Abraços do Saci!!!

ED CAVALCANTE disse...

Se isso fosse escrito por um homem, seri machismo. kkkkk Esse texto veridico-fantasiado acontece quase todos os dias!

Danilo disse...

Wow esse eu lírico é uma mulher fatal. Mas se até esse ponto o carinha ai ainda não a odeia te digo uma coisa. Se existe isso de ganhar ou perder no fim de um relcionamento; ela perdeu feio.

[PK] disse...

:D
aaaaa sem opiniao definida
http://eutambemteodeio.blogspot.com/

 Bea ♠ disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
 Bea ♠ disse...

Uauuu, que má! *o*
Adorei mesmoooo

Marcelo A. disse...

Adoro esses textos verídicos, mas com pitadas de fantasia... Rsrsrsrs!

Também fiz um assim, há pouco tempo...

Nossa, mandou super bem!

Sucesso!

Miss Jay disse...

oláaa
que triste esse texto em moçaa...
mas nada melhor q ler um texto vindo do coraçãod e alguem...
meu blog tbm tem textos nessa linha, e tbm tem infinito no nome.
passa lá
http://jdinfinito.blogspot.com

CAC disse...

Seu blog é muito bom, eu achei ela ridicula por fazer isso com o moço rsss nossa entrei na historia rsss valeu bom texto rss um abraço!

Pobre esponja disse...

Bons textos. Coloque a boca no trombone mesmo

abraços
Pobre Esponja

CafeComBorboletas disse...

Com tanto ódio, eu me lembrei de "10 coisas que odeio em vc". Amor e ódio às vezes caminham juntos.

Anderson Meireles disse...

Caramba! Texto forte! Belo e poderoso...
Obrigado pela visita,
abraço!
PS: Muitas vezes o Criador não se apresenta a nós, pois o buscamos em lugares onde Ele não habita, um deles é a religião, qualquer uma delas...

Calu disse...

Lindo texto e velvet underground é DEMAIS, Nico belissima e com uma voz encantadora!
Impossivel nao se apaixonar por ela...

www.alternativa-vida.blogspot.com

Me.Veloso! disse...

Seus textos são ótimos.
Tem um pouco de fantasia que mistura com realidade.
é incrivel.

=D

Inté maaais.

Flor com Espinhos disse...

épossível..td q vem provocado pelo amor ou pelo ódio é possível...gosteii...