quinta-feira, 25 de setembro de 2008

"Eu disse uma vez que escrever é uma maldição. (...) Hoje repito: é uma maldição, mas uma maldição que salva. Não estou me referindo a escrever para jornal. Mas escrever aquilo que eventualmente pode se transformar num conto ou num romance. É uma maldição porque obriga e arrasta como um vício penoso do qual é quase possível se livrar, pois nada o substitui. E é uma salvação. Salva a alma presa, salva a pessoa que se sente inútil, salva o dia que se vive e que nunca se entende a menos que se escreva. Escrever é procurar entender, é procurar reproduzir o irreproduzível, é sentir até o último fim o sentimento que permaneceria apenas vago e sufocador. Escrever é também abençoar uma vida que não foi abençoada... Lembrando-me agora com saudade da dor de escrever livros."

clarice lispector

3 comentários:

PequenAprendiz disse...

Como era sábia Clarice Lispector.
Concordo com o vício dela.
Outro verso dela que vc vai adorar é Momentos.
Gostei daqui.
Bjos

PequenAprendiz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Murillo Leal disse...

NIguem melhor do que clarice pra entender melhor o universo feminino!

aprabens pela escolha!

http://murilloleal.blogspot.com/