domingo, 17 de agosto de 2008

a cada texto lido é uma lágrima no rosto. não pelas frases tristes - subtendidas - mas pela inveja. a cada letra escrita na frente de outra tão perfeita lembro-me do fracasso, do jeito da vida onde sempre haverá alguém melhor que você, e realmente, sempre há. esses clichês pequenos, que escrevo à frente deste computador que arde meus olhos enquanto ouço músicas que ajudam nas lágrimas. lágrimas que já nem choro mais. o emocional se foi, preciso da dor lógica para, pelo menos, sangrar. e há quem diz que sou louca por sempre encontrar os problemas tão perto assim, é pessoa que não me conhece mas ainda assim me prometeu mostrar o que há de bom e espero, e esperarei até o dia em que amor nenhum despertará em mim o sofrimento. não que eu o ame – não o amo, não sei que chegaremos a tal ponto, minha insegurança é tanta que não posso olhar-lhe nos olhos. ele vê. não sei como, seus olhos me deixam hiponitizada, encantada, não sei o que é neles e ele não me diz. sendo tudo uma grande ilusão ou não, ri.

5 comentários:

Vinícius disse...

Isso me lembra um belo poema de Cruz e Sousa que eu tanto adoro, chamado "Acrobata da Dor".

Gargalha, ri, num riso de tormenta,
como um palhaço, que desengonçado,
nervoso, ri, num riso absurdo, inflado
de uma ironia e de uma dor violenta.

Da gargalhada atroz, sanguinolenta,
agita os guizos, e convulsionado
salta, gavroche, salta
clown, varado
pelo estertor dessa agonia lenta ...

Pedem-se bis e um bis não se despreza!
Vamos! retesa os músculos, retesa
nessas macabras piruetas d'aço...

E embora caias sobre o chão, fremente,
afogado em teu sangue estuoso e quente,
ri! Coração, tristíssimo palhaço.

Mah Ditame disse...

Adorei...

Vc descreveu o q eu sinto e ñ consigo colocar pra fora... o q penso de alguem e ñ conto nem pra minhas melhores amigas.

seu texto é otimo...PARABÉNS pelo blog.

Assinado pelo neófito mas distinto blog: http://chip-novo.blogspot.com

Um cara ai disse...

não sou tão radical como voce, mas concordo em partes com o que disse.
mas viva, poucas pessoas têm uma opinião "não pronta" sobre a vida e afins, e voce parece ser uma dessas poucas o/

beijo.

Jonas disse...

eu concordo com o texto...
mais nao sei o q comentar ><
..nao estou num bom momento pra faze isso agora x.x

Ramon Assis disse...

Seus textos lembram com a minha vida há alguns meses. Sabe, quando o confronto de minha visão do mundo com o mundo era algo realmente insurportável, então, lembra a minha.
Embora seus textos sejam sobre as suas emoções, a sua vida, com acontecimentos diferentes do meu, esse texto ainda sim reflete a minha vida, (que embora eu ñ esteja mais tão perdido como antes, continuo ainda assim perdido).

Abraços, beijos e qualquer coisa mais.

Até